Abertura   Editorial   Colunistas   Contato  
 
     
 
 
   
  PSICANALISTA
POLÍTICO
  BOATOS E
FAKE NEWS
  RESENHAS
LITERÁRIAS
  FUTEBOL
DE VÁRZEA
  OPINIÃO DOS
PARCEIROS
  DIVULGAÇÃO
CIENTÍFICA
 
 
 

 

Blog Opinião dos Parceiros
Clipping de notícias


O Blog é composto pelo clipping de notícias veiculadas em outras mídias.

Aqui você encontrará matérias de nossos parceiros: GGN - o Jornal de todos os Brasis, DCM - Diário do Centro do Mundo, Mídia Ninja, Brasil 247; dentre outros canais de igual relevância.

O blog é voltado ao jornalismo de expressão e narrativas independentes; direcionado às grandes questões políticas de nosso país.





Governo argentino traçou estratégia para evitar exposição de Macri com Bolsonaro
Por: Lucas Rocha (DCM) em 07/06/2019

Às vésperas do vencimento do prazo para formação das coligações e faltando pouco mais de um mês para o início da campanha eleitoral, o presidente da Argentina e candidato à reeleição, Maurício Macri armou uma estratégia para expor minimamente a sua imagem junto à de Jair Bolsonaro durante a visita do presidente brasileiro nesta quinta-feira (6).

Segundo o jornalista Ezequiel Chabay, do portal Cronista, a Casa Rosada, sede do governo argentino, planejou uma “recepção ajustada estritamente ao decoro protocolar, sem maiorias honrarias e pensando, antes de tudo, em cuidar da imagem do presidente Maurício Macri”.

A estratégia foi justamente para preservar a imagem de Macri diante dos vastos setores da política e da sociedade que rechaçaram a visita de Bolsonaro por causa de seu perfil e declarações racistas, homofóbicas e misóginas.

Informações obtidas pela Fórum comprovam que Bolsonaro não recebeu as honrarias costumeiras durante visita à Argentina e terminou a viagem jantando sozinho com a esposa, Michelle Bolsonaro. É costume na Argentina a realização de um jantar público com presidentes estrangeiros no Centro Cultural Kirchner, o CCK.

Além da ausência do jantar com Macri, o brasileiro também não foi reconhecido como “visitante ilustre” na Câmara de Buenos Aires e tampouco falou ao Congresso.

O presidente colombiano, Ivan Duque, que chega na capital argentina na segunda-feira, será recebido como visitante ilustre e deve seguir todo o rito reservado a autoridades estrangeiras.

A maioria das atividades de Bolsonaro no país vizinho aconteceu de portas fechadas. O presidente brasileiro se encontrou com empresários, legisladores e juízes de forma privada, além de ter participado de se reunido com Macri na Casa Rosada e ter participado de um almoço promovido pelo mandatário argentino.











Post posterior
Ex-procurador, Rodrigo Janot deve ser o protagonista de novas reportagens da #VazaJato
 
Post anterior
A Lava Jato quebrou o Brasil: Bônus da Odebrecht já valem 92% menos nos EUA




 



Psicanalista Político
Boatos e Fake News
Resenhas Literárias
Futebol de Várzea
Opinião dos Parceiros
Divulgação Científica
 

Abertura
Editorial
Colunistas
Contato