Abertura   Editorial   Colunistas   Contato  
 
     
 
 
   
  PSICANALISTA
POLÍTICO
  BOATOS E
FAKE NEWS
  RESENHAS
LITERÁRIAS
  FUTEBOL
DE VÁRZEA
  OPINIÃO DOS
PARCEIROS
  DIVULGAÇÃO
CIENTÍFICA
 
 
 

 

Blog Opinião dos Parceiros
Clipping de notícias


O Blog é composto pelo clipping de notícias veiculadas em outras mídias.

Aqui você encontrará matérias de nossos parceiros: GGN - o Jornal de todos os Brasis, DCM - Diário do Centro do Mundo, Mídia Ninja, Brasil 247; dentre outros canais de igual relevância.

O blog é voltado ao jornalismo de expressão e narrativas independentes; direcionado às grandes questões políticas de nosso país.





Ex-procurador, Rodrigo Janot deve ser o protagonista de novas reportagens da #VazaJato
Por: Redação (Revista Fórum) em 10/06/2019

Ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot deve ser o protagonistas das novas reportagens da Vaza Jato, que serão divulgadas a partir da tarde desta segunda-feira (10) pelo site The Intercept Brasil.

O editor Leandro Demori confirmou que Janot e até ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) participam das conversas. “A gente ainda não está falando sobre isso, mas possivelmente a gente vai falar sobre isso brevemente”, disse.

Embora seja acusado de “petista” por muitos nas redes bolsonaristas, a verdade é que o ex-Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, foi uma das peças mais atuantes do lawfare contra Lula e o PT nos últimos anos.

Janot foi Procurador Geral entre setembro de 2013 (substituiu Roberto Gurgel) e setembro de 2017, nomeado por Dilma Rousseff (razão pela qual era chamado de “petralha” nas redes toda vez que sua atuação não era tão enérgica quanto o público lavajatista quería).

Porém, uma de suas ações foram decisivas para impulsar o impeachment de Dilma Rousseff: o procurador manteve em seu poder uma série de denúncias contra figuras importantes do PMDB, como Eduardo Cunha, Romero Jucá e o próprio líder do golpe parlamentar, Michel Temer, que constavam em duas listas de políticos que receberam financiamento das empreiteiras OAS e Odebrecht.











Post posterior
Deltan Dallagnol deve ser investigado pelo Conselho do Ministério Público
 
Post anterior
Governo argentino traçou estratégia para evitar exposição de Macri com Bolsonaro




 



Psicanalista Político
Boatos e Fake News
Resenhas Literárias
Futebol de Várzea
Opinião dos Parceiros
Divulgação Científica
 

Abertura
Editorial
Colunistas
Contato