Abertura   Editorial   Colunistas   Contato  
 
     
 
 
   
  PSICANALISTA
POLÍTICO
  BOATOS E
FAKE NEWS
  RESENHAS
LITERÁRIAS
  FUTEBOL
DE VÁRZEA
  OPINIÃO DOS
PARCEIROS
  DIVULGAÇÃO
CIENTÍFICA
 
 
 

 

Blog Opinião dos Parceiros
Clipping de notícias


O Blog é composto pelo clipping de notícias veiculadas em outras mídias.

Aqui você encontrará matérias de nossos parceiros: GGN - o Jornal de todos os Brasis, DCM - Diário do Centro do Mundo, Mídia Ninja, Brasil 247; dentre outros canais de igual relevância.

O blog é voltado ao jornalismo de expressão e narrativas independentes; direcionado às grandes questões políticas de nosso país.





Merival diz que Cármem Lúcia vai mandar Lula para a prisão
Por: Brasil 247 em 06/03/2018

Colunista do Globo e porta-voz dos interesses da família Marinho, que concedeu o prêmio Faz Diferença à ministra Cármen Lúcia, Merval Pereira acaba de decretar: o STF não irá pautar a revisão da prisão em segunda instância. Ou seja: o ex-presidente Lula, tido pelos brasileiros como o melhor presidente da história, líder nas pesquisas sobre sucessão presidencial e condenado sem provas no caso do triplex da OAS, poderá ser preso, numa sentença contestada por mais de uma centena de juristas.

Segundo Merval, Cármen Lúcia não irá se submeter às pressões para desengavetar o caso – pressões que partem até do decano do STF, Celso de Mello, que disse que a pena antecipada fere a Constituição brasileira. Portanto: o que vale é apenas a pressão da Globo.

Confira, abaixo, o comentário de Merval na CBN:

A ministra Cármen Lúcia tem sido muito pressionada e foi até alvo de ataques de petistas que invadiram o gabinete sem pedir audiência, mas ela está decidida a não colocar em votação a questão da prisão em segunda instância, apenas um ano depois da decisão tomada pelo Supremo, que retomou uma jurisprudência que existia antes de 2009 e que foi confirmada pela Constituição de 88. O único caso concreto é o do ex-presidente Lula e ela tem razão ao dizer que o STF se apequenaria se colocasse um tema em pauta apenas para resolver o problema de uma pessoa. Mas qualquer ministro pode levar à pauta o assunto, apresentando a questão à mesa do STF. Nesse caso, ele teria que assumir a responsabilidade. O que deve acontecer é a defesa de Lula, depois da prisão, entrar com Habeas Corpus no STF e então o Tribunal terá que analisá-lo.











Post posterior
O PSOL de Sônia Guajajara e Guilherme Boulos
 
Post anterior
Partidos políticos dão a volta por cima e atraem quadros da sociedade civil




 



Psicanalista Político
Boatos e Fake News
Resenhas Literárias
Futebol de Várzea
Opinião dos Parceiros
Divulgação Científica
 

Abertura
Editorial
Colunistas
Contato